15 de nov de 2010

Novos deputados (8)

Campeão de votos no Sul defenderá combate efetivo ao tráfico de drogas e de armas nas fronteiras

O deputado eleito Fernando Francischini (PR) é delegado da Polícia Federal (PF) e ocupou a Secretaria Antidrogas da Prefeitura de Curitiba (2007-2010) na administração do tucano Beto Richa, eleito governador do Paraná. Em seu primeiro mandato, pretende reforçar o combate ao tráfico de drogas e de armas nas fronteiras.

Como delegado, participou do planejamento de grandes operações organizadas pela PF. Entre os casos mais recentes, estão as prisões do narcotraficante colombiano Juan Carlos Ramirez Abadia e do empresário Law Kim Chong, apontado como o maior contrabandista do Brasil.

O futuro deputado também defende a redução da maioridade penal para 16 anos. Apesar de polêmica, Francischini acredita que a medida é uma necessidade diante do aumento da participação de jovens, adolescentes e até de crianças no que classificou de "crimes gravíssimos".

Além disso, o deputado quer elaborar projetos que tornem efetivo o bloqueio de celulares nos presídios e penitenciárias. "Temos de levar isso a sério. É uma vergonha para o Estado não conseguir controlar os bandidos nem mesmo dentro de suas prisões. Fico indignado quando ouço isso", afirmou.

Francischini, 40 anos, obteve 130.522 votos, o campeão no apoio popular no Sul do país pelo PSDB. Ele é formado em Direito pela UnB e fez cursos no Departamento de Combate às Drogas dos Estados Unidos (DEA), Interpol e na Polícia Nacional de Portugal. (Reportagem: Artur Filho/ Foto: divulgação)

Nenhum comentário: